8 de março de 2008

Planícies da Terra Santa

Os geógrafos modernos, de modo geral, dividem a Ter­ra de Israel em cinco principais planícies: Acre, Sarom, Filístia, Sefelá e Armagedom. Um conhecimento mais de­talhado desses lugares faz-se necessário, em virtude de sua importância na História Sagrada. Lancemos mão, portan­to, de um importante ramo da Geografia para conhecê-los melhor.
"Topografia" significa, literalmente, descrição de um lugar ou de uma região. Essa palavra é formada por dois termos gregos: "topos" - região e "gráphein" - descrever. Essa ciência ocupa-se da medida e representação geomé­trica de uma determinada porção da superfície do globo.
Seu principal objetivo é fornecer dados para a confecção de cartas geográficas.
Gerhard Kremer, conhecido como Mercator, criou, no Século XVI, os postulados básicos dessa ciência.


I - PLANÍCIE DO ACRE

A planície do Acre fica no extremo Noroeste da costa israelense, e estende-se até o monte Carmelo. Em toda a sua extensão, bordeja a baía do Acre.
Essa região, cujo nome em hebraico é "Akko", e signi­fica areia quente, compreende uma faixa de terra que cer­ceia as montanhas localizadas entre a Galiléia, o Mediter­râneo, o Sul de Tiro até a Planície de Sarom. Essas terras são irrigadas pelos rios Belus e Quisom. O solo dessa área é muito fértil, com exceção da parte praiana, cujas areias são demasiadamente quentes.
Quando da divisão de Canaã, a Planície do Acre coube à tribo de Aser (Js 19.25-28). Os aseritas, todavia, não con­seguiram desalojar os cananeus que ali habitavam.


II - PLANÍCIE DE SAROM

Sarom não é nome semítico. O seu significado evoca poesia e pensamentos idílicos: Zona de Bosques e Bosques de Terebinto. A planície que leva esse memorável nome lo­caliza-se entre o Sul do monte Carmelo e Jope. Com uma extensão de 85 km, sua largura varia entre 15 e 22 km.
Na antigüidade, essa região era conhecidíssima em virtude de seus pântanos palúdicos e traiçoeiros bosques. O seu solo, entretanto, era coberto de lírios e outras flores exóticas. Ante esse selvagem esplendor, cantou a esposa: "Eu sou a rosa de Sarom, o lírio dos vales. Ao que respon­deu o esposo: - Qual lírio entre os espinhos, tal é a minha amiga entre as filhas" (Ct 2.1,2 - ARA). Os pântanos e charcos da Planície de Sarom foram drenados recentemente pelo governo israelense. Essa área, atualmente, constitui-se num dos mais ricos distritos agrí­colas do Estado de Israel. Seus bosques de frutas cítricas são famosos em todo o mundo. Nesse aprazível recanto, podem ser encontradas quatro flores vermelhas de grande beleza: anêmona, botão-de-ouro, tulipa e papoula.
A formosura e esplendor de Sarom é comparada pelo profeta Isaías à glória do Líbano, (Is 35.2).


III - PLANÍCIE DA FILÍSTIA

Situada entre Jope e Gaza, no Sudoeste de Israel, a Planície da Filístia tem 75 quilômetros de comprimento e, de largura, 25. Nessa faixa de terra, habitavam os aguerri­dos filisteus, inimigos mortais do povo israelita.
Fértil, essa região era abundante em cereais e frutas. Os seus figos e oliveiras eram muito apreciados. Nesse ter­ritório, localizavam-se as cinco principais cidades filis-téias: Gaza,' Ascalom, Asdode, Gate e Ecrom. Não eram propriamente cidades, mas, indevassáveis fortalezas. Nes­sa planície, ficava, ainda, o Porto de Jope, muito impor­tante para os israelitas do Antigo Pacto. Neste século, os sionistas resolveram reativá-lo, tendo em vista o cresci­mento da economia israelense.


IV - PLANÍCIE DE SEFELÁ

Situada entre a Filístia e as montanhas da Judéia, a Planície de Sefelá é caracterizada por uma série de baixas colinas. A fertilidade de seu solo é bastante notória; as co­lheitas de trigo, uva e oliva são abundantes.
O significado hebraico de Sefelá - terras baixas ou maus baixas - realça bem a topografia dessa planície. Ela nos lembra mais uma faixa de terra do que uma planície propriamente dita. Eis como o pastor Enéas Tognini a classifica: "... um altiplano rochoso que corre da costa, rumo SE, penetrando até a fronteira da tribo de Judá..."
Sefelá serviu de lar aos patriarcas Abraão e Isaque por longos anos. E, por tratar-se de uma região política e eco­nomicamente muito importante, foi motivo de não poucas discórdias e guerras entre israelitas e filisteus.
Apesar de sua importância estratégica e de suas pecu­liaridades geográficas, o seu nome só é encontrado no livro apócrifo de primeiro Macabeus 12.38. No Antigo Testa­mento, recebe outras designações.


V - PLANÍCIE DO ARMAGEDOM

Essa planície recebe, também, estes nomes: Jezreel ou Esdraelom. Por causa de sua extensão e aspectos característicos, várias passagens bíblicas tratam-na de vale. A maioria dos geógrafos bíblicos, entretanto, prefere classifi­cá-la de planície mesmo.
Armagedom encontra-se na confluência de três vales, dos quais o mais importante é -Jezreel. Localizada entre os montes da Galiléia e os de Samaria, essa planície (a maior de Israel) é insuperável em sua formosura. Suavemente. alarga-se em direção do Carmelo até repousar nos montes Líbanos.
Em seu livro. Geografia Bíblica, Oswaldo Ronis forne­ce-nos mais algumas informações acerca desse escatológico lugar: "No ângulo suleste da planície, fica o local da antiga e importante cidade fortificada de Jezreel. que foi a capital do reino do Norte no tempo de Acabe e Jezabel. Para o les­te desta cidade, desce o vale de Jezreel até atingir o -Jordão na altura de Bete-Seã. De modo que a cidade empresta o seu nome tanto à planície que se estende para o noroeste como ao vale toma a leste." A planície do Armagedom é uma das áreas mais estra­tégicas de Israel. Constitui-se numa via de comunicação natural entre a cidade de Damasco e o mar Mediterrâneo. No período veterotestamentário, serviu de palco a renhi­dos combates. Essa sangrenta arena é atravessada, longitutinalmente, de leste a oeste, pelo rio Kishon que desem­boca no Mediterrâneo.
Armagedom está ligado a um grande embate escatoló-gico. O evangelista -João gizanos, sinteticamente, o maior dos confrontos: "E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom" (Ap 16.16). Nessa planície, o povo de Deus sofrerá as mais lancinantes dores de sua história. -Jesus Cristo, todavia, escolheu esse lugar para reconciliar-se com os filhos de Israel. Quando isso ocorrer, os israelitas livrar-se-ão, para sempre, de seus algozes.


VI - OUTRAS PLANÍCIES

Deparamo-nos, na Terra de Israel, com outras planí­cies, tais como as de Jerico, Dotam, Moabe, Genezaré, etc. Mas, por serem pequenas, não são muito importantes no contexto histórico-bíblico.

Texto de Claudionor de Andrade.

2 comentários:

Marco Teles disse...

Olá irmão!
Gostei bastante de seu site. É realmente útil para edificação da igreja. Estou fazendo uma wiki, tipo a wikipédia sobre a bíblia, traduzindo os verbetes do dicionário de Easton que é de domínio público, para possibilitar gratuitamente esta ferramenta aos internautas. Aproveitei o texto de sua postagem na definição de um verbete que não se encontrava naquele dicionário. Dei os devidos créditos, mas se desejar, e caso fira algum direito, posso retirar o verbete.
Gostaria de convidá-lo também a participar dessa wiki. Basta apenas se cadastrar e inserir os verbetes que o irmão quiser escrever, atualmente estou traduzindo a letra A do referido dicionário. Você pode ver o arquivo txt do dicionário que está sendo traduzido no seguinte endereço de meu site: www.abibliaevoce.com.br/eastonatualizado.txt


Aqui está o link para o verbete em que usei seu trabalho:
http://www.abibliaevoce.com.br/wiki/index.php/Sefelá

Que Deus o abençoe!

Marco Teles disse...

Olá irmão!
Gostei bastante de seu site. É realmente útil para edificação da igreja. Estou fazendo uma wiki, tipo a wikipédia sobre a bíblia, traduzindo os verbetes do dicionário de Easton que é de domínio público, para possibilitar gratuitamente esta ferramenta aos internautas. Aproveitei o texto de sua postagem na definição de um verbete que não se encontrava naquele dicionário. Dei os devidos créditos, mas se desejar, e caso fira algum direito, posso retirar o verbete.
Gostaria de convidá-lo também a participar dessa wiki. Basta apenas se cadastrar e inserir os verbetes que o irmão quiser escrever, atualmente estou traduzindo a letra A do referido dicionário. Você pode ver o arquivo txt do dicionário que está sendo traduzido no seguinte endereço de meu site: www.abibliaevoce.com.br/eastonatualizado.txt


Aqui está o link para o verbete em que usei seu trabalho:
http://www.abibliaevoce.com.br/wiki/index.php/Sefelá

Que Deus o abençoe!

video sobre a confisão de Pedro

Quram local onde foi encontrado os manuscritos do mar morto.

Mar Morto - Torah Web